Escritores Mineiros: viajando através dos livros

Por:Turismo de Minas

30

nov 2018

Atualizado em: 03/08/2020 ás 12:56

Nesta matéria listamos quatro escritores mineiros famosos: João Guimarães Rosa, Carlos Drummond de Andrade, Fernando Sabino e José Batista Queiroz. Figuras ilustres nasceram em Minas Gerais e suas cidades são excelentes opções de roteiros literários. Entre essas personalidades estão os talentosíssimos escritores Guimarães Rosa e Drummond. É possível identificar nas obras da dupla influências de vivências que tiveram durante a infância nas cidades mineiras de Itabira e Cordisburgo. Os dois municípios se valem de museus e memoriais para homenageá-los e são excelentes opções de roteiros literários no estado.

 

Escritores Mineiros Famosos e suas obras

 

João Guimarães Rosa

João Guimarães Rosa nasceu em Cordisburgo, em 1908. Formou-se em medicina e atuou por alguns anos em Minas Gerais. Depois tornou-se diplomata e serviu na Alemanha, na França e na Colômbia.

Considerado por muitos o maior escritor brasileiro do século XX, ele teve dezenas de livros publicados e suas obras foram adaptadas para o cinema e para a televisão.

Guimarães Rosa era apaixonado por línguas e falava mais de 10 idiomas. Seu nome foi indicado para o Prêmio Nobel de Literatura, tamanho sucesso teve sua obra internacionalmente.

Ele morreu em 1967, três dias após sua posse na Academia Brasileira de Letras.

O verso “MINAS: patriazinha. Minas – a gente olha, se lembra, sente, pensa. Minas – a gente não sabe.” foi escrito por ele em 1957, numa declaração de amor ao Estado, e publicado na obra póstuma Ave, Palavra.

Museu Casa Guimarães Rosa – Cordisburgo

Cada cômodo da casa, ocupado pelo escritor no início do século 20, traz frases de Sagarana e outras de suas obras, com manuscritos, documentos, roupas e utensílios como a sua máquina de escrever. O Portal Grande Sertão, monumento que destaca o escritor, os vaqueiros em seus cavalos e o cachorro, dá as boas-vindas aos visitantes. Em julho, a cidade ainda celebra a Semana Roseana, com palestras e atrações culturais. Uma ótima opção para conferir as atrações desse roteiro literário.

Endereço: Avenida Padre João, 744

Dias e horários de funcionamento: terça a domingo, 9h às 17h

Preço: R$ 2

Telefone: (31) 3715-1425

Roteiros Literários Cordisburgo - credito Marden Couto

 

Carlos Drummond de Andrade

O poeta Carlos Drummond de Andrade nasceu em 1902, em Itabira, e é considerado um dos mais importantes escritores da língua portuguesa.

Atravessou o século XX publicando mais de 50 livros, e sua obra foi traduzida em diversos idiomas.

Foi cronista no Correio da Manhã e no Jornal do Brasil. Também publicou contos, ensaios, memórias e um livro infantil.

Morreu no Rio de Janeiro em 1987, aos 84 anos.

Confira o poema que exalta Minas Gerais:

A palavra Minas 

Minas não é palavra montanhosa.

É palavra abissal. Minas é dentro

é fundo.

As montanhosas escondem o que é Minas.

No alto mais celeste, subterrânea, é galeria vertical varando o ferro

para chegar ninguém sabe onde.

Ninguém sabe Minas. A pedra

o buriti 

a carranca 

o nevoeiro 

o raio 

selam a verdade primeira, sepultada 

em eras geológicas de sonho.

Só mineiros sabem. E não dizem 

nem a si mesmos o irrevelável segredo 

chamado Minas.

Memorial Carlos Drummond de Andrade – Itabira

“Alguns anos vivi em Itabira/Principalmente nasci em Itabira/Por isso sou triste, orgulhoso: de ferro”, dizem os versos iniciais do poema Confidências de um Itabirano. O poeta, que viveu na cidade até se mudar para a capital mineira para estudar, é homenageado no Memorial Carlos Drummond de Andrade, no Pico do Amor, de onde se tem vista panorâmica da cidade. O local por si, projetado por Oscar Niemeyer, já vale a visita, mas o acervo ainda traz itens pessoais do escritor, como a sua máquina de escrever, prêmios literários e correspondências que trocou com outros grandes autores.

Endereço: Pico do Amor

Dias e horários de funcionamento: terça à sexta, 9h às 18h, sábado e domingo, 10h30 às 16h30

Telefone: (31) 3835-2156

Roteiros Literarios Memorial_Drummond_Acervo Prefeitura de Itabira

 

Fernando Sabino

“No fim tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fm.” Essa famosa frase de Fernando Sabino foi publicada no livro No Fim dá Certo, de 1998, e cai como uma luva para os dias de hoje. 

Fernando Sabino nasceu em Belo Horizonte, em 1923, formou-se em direito e trabalhou para o governo brasileiro em Nova Iorque e em Londres.

Como escritor publicou 50 livros, colaborou por mais de 30 anos em jornais e revistas, como Jornal do Brasil, O Globo e Manchete, e recebeu prêmios, como Jabuti e Machado de Assis.

Faleceu em 2004, no Rio de Janeiro, deixando seu próprio epitáfio: “Aqui jaz Fernando Sabino, nasceu homem, morreu menino”.

José Batista Queiroz

A poesia Ser Mineiro foi escrita em 1985, por José Batista Queiroz. Ela ficou tão famosa que vira e mexe é atribuída a célebres escritores como Carlos Drummond de Andrade e Fernando Sabino.

José Batista Queiroz é mineiro de Patrocínio e tem a poesia como hobby. Ele foi criado na fazenda, estudou em escola rural e fez carreira no exército, até se tornar general.

Leia o poema ! 

Ser Mineiro

Ser mineiro é não dizer o que faz,

nem o que vai fazer.

É fingir que não sabe aquilo que sabe.

É falar pouco e escutar muito.

É passar por bobo e ser inteligente.

É vender queijos e possuir bancos.

Um bom mineiro não laça boi com

embira, não dá rasteira no vento, não

pisa no escuro, não anda no molhado,

não estiva conversa com estranhos, só

acredita na fumaça quando vê o fogo, só

arrisca quando tem certeza, não troca

um pássaro na mão por dois voando.

Ser mineiro é dizer UAI e ser diferente; é

ter marca registrada, é ter história.

Ser mineiro é ter simplicidade e pureza,

humildade e modéstia, coragem e

bravura, fidalguia e elegância.

Ser mineiro é ver o nascer do sol e o

brilhar da lua; é ouvir o cantar dos

pássaros e o mugir do gado; é sentir o

despertar do tempo e o amanhecer da

vida.

Ser mineiro é ser religioso, conservador,

cultivar as letras e as artes ; é ser poeta

e literato, é gostar de política e amar a

liberdade, é viver nas montanhas e ter

vida interior.

 

Você conhece as cidades onde nasceram estes grandes escritores? Já fez algum desses roteiros literários? Conta pra gente aqui embaixo!

 

Compartilhe:

Relacionados

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Contorno - n°3979 - Santa Efigênia - BH - MG

(31) 3333-3333

contato@digitalpixel.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs

Open chat
Olá, como podemos ajudar?