5 roteiros por Belo Horizonte

Por:Turismo de Minas

15

fev 2021

Metrópole emoldurada pela Serra do Curral, Belo Horizonte é uma capital dinâmica, interessante e boêmia. Chefs talentosos revigoram a cena gastronômica, o Circuito Liberdade forma um dos maiores conjuntos culturais do Brasil, a hotelaria se moderniza e os bares e restaurantes renovam-se e fervilham de mineiros bons de papo.

Belo Horizonte ostenta dois importantes títulos concedidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o de Patrimônio Mundial da Humanidade, com o Conjunto Moderno da Pampulha, em 2016, e o de Cidade Criativa da Gastronomia, em 2019.

Confira a seguir os 5 roteiros que preparei para você conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Acesse www.vemprabh.com.br, baixe gratuitamente o Guia Turístico de Belo Horizonte, e #VemPraBH.

 

ROTEIRO LIBERDADE

No final do século XIX, a cidade de Belo Horizonte foi planejada para ser a nova capital do Estado. A Praça da Liberdade foi o lugar escolhido para abrigar o centro administrativo, com o Palácio do Governo ao centro e as secretarias de Estado ao redor. O complexo é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA).

Em 2010, quando a Cidade Administrativa foi inaugurada, as secretarias foram transferidas de lá, e foi criado o Circuito Liberdade, que reúne 16 espaços culturais. Quem ainda não conhece, não sabe o que está perdendo. Os museus são muito legais, interativos e modernos, além de gratuitos!

O que visitar:

Praça da Liberdade

Memorial Minas Gerais Vale

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal

CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil

Casa Fiat de Cultura

Palácio da Liberdade

Praça da Liberdade – crédito: LuanaBastos/TurismodeMinas

 

ROTEIRO MANGABEIRAS

Este roteiro contempla a parte alta da cidade e tem vistas de tirar o fôlego! Surpreendeu até o Papa João Paulo II, que ao admirar a paisagem exclamou: “que belo horizonte”!

Esta é uma região nobre da cidade, onde ficam as mansões dos endinheirados. O nome do bairro é por conta dos pés de mangaba, que existiam na região, na época. 

O roteiro abriga um dos principais patrimônios de Belo Horizonte: a Serra do Curral, além de parques e praças com muito verde.

O que visitar: 

Parque das Mangabeiras

Praça do Papa

Rua do Amendoim

Parque da Serra do Curral

Mirante do Mangabeiras

Mirante da Mata, no Parque das Mangabeiras – crédito: MardenCouto/TurismodeMinas

 

ROTEIRO MERCADOS

No final de 2019, Belo Horizonte foi consagrada pela Unesco “Cidade Criativa pela Gastronomia”. Um lugar assim, é claro, valoriza ingredientes e temperos. Seus mercados não são simples pontos de venda. São lugares de vivências e congraçamento, inclusive com os turistas.

O que visitar:

Mercado Central de Belo Horizonte

Fundado em 1929, o mercado caminha firme para comemorar seu centenário. Foi considerado, o terceiro melhor mercado do mundo, pela Revista Tam Nas Nuvens, em 2016. É o atrativo turístico mais visitado da capital mineira e recebe mais de 30 mil visitantes ao dia, entre turistas e belo-horizontinos que vão em busca de produtos e serviços.

No local é possível encontrar, entre as 400 lojas, quase tudo que é produzido em Minas, desde os artesanatos, queijos, doces, temperos, aromas e sabores marcantes da cultura mineira. Segundo alguns mais apaixonados, se não tem no mercado, nem existe!

O bom mesmo é andar sem rumo e sem pressa. Puxar assunto e ganhar um provinha de tudo o que há de bom e do melhor. Depois você volta escolhendo. Só cuidado, porque dificilmente você vai sair na mesma porta que entrou. 

O prato mais famoso é o fígado acebolado com jiló, sempre acompanhando de uma cerveja gelada, e degustado em pé pelos muitos frequentadores.

Confira nossa seleção de 10 lojas imperdíveis:

1 – Tradicional Limonada

2 – Du Pain

3 – Praça do Abacaxi 

4 – Dona Diva Café

5 – Comercial Sabiá

6 – Roça Capital

7 – Bar da Lora

8 – Casa Cheia

9 – Cachaça de Minas

10 – Cervejaria Dünn

Mercado Novo

Depois de muitos anos de ostracismo o Mercado Novo recuperou a forma, caiu no gosto dos jovens da cidade e foi ocupado por estabelecimentos criativos de diferentes segmentos como brechós, galeria de arte e até uma loja de fotografia analógica!

Mas como ninguém é de ferro, a grande atração são os “comes e bebes”. Até nisso a turma é criativa e inventa moda sempre reverenciando a tradição mineira. É possível variar o cardápio escolhendo itens como chopes, drinks, vinhos, petiscos, pratos, sorvetes, tudo artesanal e com releituras de comida mineira!

O Mercado Novo tem uma mistura da tradição mineira com a inovação da gastronomia contemporânea. 

Confira nossa seleção de 10 lojas imperdíveis:

1 – Mascate Runeria 

2 – Rotisseria Central 

3 – Fubá Cultura do Milho

4 – Mureta Chopperia 

5 – Ortiz Pão Molhado

6 – Gira Vinhos

7 – Alento Sorvetes

8 – Massa Mercado 

9 – Cozinha Tupis

10 – Cachaçaria Lamparina

Mercado Central – crédito: GabrielMaciel/TurismodeMinas

 

ROTEIRO PAMPULHA

A Lagoa da Pampulha possui 18 km de extensão e é um local de turismo e lazer em Belo Horizonte. O Conjunto Moderno da Pampulha, que é composto pela Capela Curial São Francisco de Assis, Iate Tênis Clube, Casa do Baile e Museu de Arte da Pampulha foi inaugurado em 1943 e tornou-se Patrimônio Mundial da Humanidade, pela Unesco, em 2016. As obras foram encomendadas por Juscelino Kubitschek, então prefeito da capital, a Oscar Niemeyer, que convocou Cândido Portinari e Roberto Burle Marx para fazer parte do projeto.

O que visitar:

Igrejinha da Pampulha (Capela Curial São Francisco de Assis)

Iate Tênis Clube

Casa do Baile

Museu de Arte da Pampulha

Casa Kubitschek

Mineirão (Estádio Governador Magalhães Pinto)

Museu Brasileiro do Futebol

Jardim Zoológico

Aquário Bacia do Rio São Francisco

Lagoa da Pampulha – crédito: MardenCouto/TurismodeMinas

 

ROTEIRO SAPUCAÍ 

A Rua Sapucaí é o novo point de Belo Horizonte. Ali fica a galera jovem e descolada e um dos mais novos pontos turísticos da cidade, o mirante de arte urbana. 

Bloquinhos de carnaval enchem as ruas da região, passando pelo Viaduto Santa Tereza e pela Praça da Estação. 

Debaixo do viaduto rolam ainda duelos de MCs, que colocaram a capital mineira no cenário nacional do rap.

O que visitar:

Parque Municipal Américo Renné Giannetti

Centro de Artesanato Mineiro

Viaduto Santa Tereza

Mirante de Arte Urbana da Rua Sapucaí

Museu de Artes e Ofícios

Praça da Estação

Praça da Estação – crédito: MardenCouto/TurismodeMinas

Compartilhe:

Relacionados

Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Contorno - n°3979 - Santa Efigênia - BH - MG

(31) 3333-3333

contato@digitalpixel.com.br

Seg á Sex de 09hrs á 18hrs